Home   Especiais   Opinião   Pistas  Agenda  Galeria  Wallpapers  Fale Conosco  
 Categorias
 
 
08/07/2008
Vencer, ganhar ou roubar uma prova (por Sergio Berti)


Após 25 anos de automobilismo profissional, como Instrutor de Pilotagem, Chefe de Equipe e Diretor de Provas, já vi muitos pilotos vencerem corridas e campeonatos, mas também vi alguns ganharem ou ainda roubarem.

Roubar, é se valer de malandragem para chegar à frente, porém o piloto e a equipe não merecem nenhum crédito, portanto nem vou falar sobre esta situação.

Ganhar, é lícito, mas não tem o brilho de uma vitória, veja o exemplo do Kimi Raikkonen que ganhou o GP Brasil de 2007. Ganhou mesmo. Ganhou de presente do Felipe Massa, ou ainda o Rubinho que também deu de presente a vitória a Schumacher no GP da Áustria de 2002. Sabemos que era um jogo de equipe e tanto o Felipe quanto o Rubinho foram profissionais, mas mesmo assim, o primeiro lugar no podium ficou ofuscado.

Vencer .... - A vitória, é o grande momento de um competidor.

A maioria destas vitórias, acontece por competência e trabalho de equipe mas, infelizmente ainda encontramos em nosso meio aqueles que por incompetência, incapacidade e principalmente falta de caráter , insistem em competir transgredindo regulamentos e regras, ou, pior ainda , agindo de maneira desleal nas competições.

Uma competição só tem valor, quando há um equilíbrio entre os participantes e os equipamentos, é para isso que existem os regulamentos técnico e desportivo, para que os equipamentos sejam semelhantes, valorizando cada vez mais a competência do piloto e de sua equipe. Andar fora do regulamento, é desvalorizar a competição e tirar o brilho da vitória . Não é raro, uma equipe ser desclassificada tecnicamente e seu preparador ou até mesmo o piloto, tentar justificar o fato, alegando “brechas no regulamento”. Realmente, o regulamento é um texto e por conta disso, pode gerar interpretações diferentes, porém a má utilização destas interpretações eu atribuo apenas à malandragem , pois , independente de interpretações (tendenciosas), todos que são profissionais do automobilismo sabem exatamente o que o texto pretende, ou seja, qual é a idéia fundamental de cada item ali escrito, buscar brechas ou diferentes interpretações, é malandragem que com certeza anula o brilho de qualquer vitória .

Importante - Hoje no Brasil, temos uma legião de crianças e jovens que estão iniciando no automobilismo e nós, Oficiais de Competições, Promotores e Organizadores, não podemos perder a oportunidade de ensiná-los a competir corretamente e com lealdade.

Nota da redação: O texto acima foi publicado no site da FASP - Federação de Automobilismo de São Paulo no dia 09/06/2008 e por ser de extrema relevância o publicamos aqui. Parabéns ao amigo Sergio Berti pela perfeita colocação do que deveria ser a ética no automobilismo.
Retorna para página anterior




Fórmula 1
Fórmula 3
Fórmula Truck
GP2 Series
Outras Fórmulas
Stock Car
GT3 Brasil
Rally
Kart
Endurance
Esporte Turísmo
Esporte Protótipo
Brasil
Europa
Estados Unidos
Mercado
Esporte Amador
Outros


© Copyright 2001/2018 KARTING. Todos os direitos reservados