Home   Especiais   Opinião   Pistas  Agenda  Galeria  Wallpapers  Fale Conosco  
 Categorias
 
 
 
Superliga: Bernoldi acumula 6º e 8º lugares em corridas difíceis
 
Paranaense destacou resultados positivos em provas complicadas em Magny Cours

Enrique Bernoldi considerou positiva a sua estréia na Fórmula Superliga, competição cujas equipes são representadas pelos mais tradicionais clubes de futebol do mundo. O brasileiro, que pilota o carro do Flamengo, preparado pela Delta Racing em parceria com a Alan Docking Racing (ADR), largou da sétima posição na primeira corrida e terminou um posto à frente; na segunda, largando do 13º lugar (com o grid invertido em relação ao resultado da primeira prova), o paranaense do Flamengo ganhou cinco posições e finalizou no oitavo lugar.

A primeira prova foi vencida pelo Liverpool, cujo carro era pilotado pelo espanhol Adrián Vallés, enquanto na segunda o vencedor foi o Milan, com Giorgio Pantano. Na Super Final – corrida de 30 minutos que reúne os três primeiros colocados das duas provas -, o vencedor foi mais uma vez o Liverpool, com Milan em segundo e Corinthians (do brasileiro Antonio Pizzonia) em terceiro.

"Tivemos muitos problemas durante o final de semana. Eu andei pela primeira vez com o carro somente na sexta-feira, enquanto a maioria dos pilotos do grid está em seu segundo ano na categoria, e a equipe que prepara o meu carro também é nova. Então, foi um final de semana de muito aprendizado e também de evolução. Acredito que nas próximas etapas estaremos mais rápidos”, disse Enrique Bernoldi.

Primeira Corrida - A primeira corrida foi marcada por um acidente que envolveu cinco carros no pelotão intermediário do grid ainda no decorrer da primeira volta e causou a entrada do safety car. Enquanto isso, Bernoldi tinha uma corrida difícil. "O início foi complicado. Eu estava por fora na entrada da segunda curva e, para evitar o acidente, tive que sair da pista para não atingir ninguém”, afirmou o paranaense, que estréia na categoria defendendo as cores do Flamengo.

Outro problema enfrentado por Bernoldi na primeira prova aconteceu na parada de boxes para troca obrigatória de pneus. "Tivemos algumas dificildades durante o pit stop, o que nos custou tempo precioso”, continuou o piloto, que disputou sua primeira corrida de monopostos após o acidente sofrido na etapa de Sonoma da Fórmula Indy, em setembro do ano passado, quando Enrique fraturou uma das mãos e teve, inclusive, que ser submetido a uma cirurgia.

"Estou contente por que não senti nenhum tipo de dor nem mesmo durante as corridas. E apesar dos problemas que tivemos na primeira prova, o sexto lugar eu posso considerar como um bom resultado”, disse Bernoldi.

Segunda Corrida - O brasileiro largou em 13º na segunda corrida deste domingo – já que o grid da segunda prova é invertido em relação ao resultado da primeira corrida. Mesmo saindo no pelotão intermediário, o piloto do Flamengo terminou a corrida na oitava colocação. "Larguei bem atrás e o carro estava bom. Consegui ganhar cinco posições e acredito que poderia ter chegado mais à frente, porque novamente perdemos algum tempo no pit stop. Isso com certeza nos custou pelo menos uma posição”, disse o paranaense, que analisou sua estréia na Fórmula Superliga.

"O saldo final foi positivo. Chegamos aqui, eu e a equipe, com quase nenhuma experiência com o carro e terminamos em boas posições. Acho que estamos progredindo e vamos estar mais rápidos nas próximas etapas”, concluiu Bernoldi.

A próxima rodada da Superliga acontece no circuito de Zolder, na Bélgica, nos dias 18 e 19 de julho.

Confira os dez primeiros na primeira corrida da Superliga em Magny Cours:

1-) Liverpool (Adrián Vallés, Espanha), 30 voltas em 45min57s300
2-) Anderlecht (Yelder Buurman, Holanda), a 6s298
3-) Tottenham (Craig Dolby, Inglaterra), a 7s237
4-) Corinthians (Antonio Pizzonia, Brasil), a 16s968
5-) Galatasaray (Duncan Tappy, Inglaterra), a 27s801
6-) Flamengo (Enrique Bernoldi, Brasil), a 37s807
7-) Sporting (Pedro Petiz, Portugal), a 44s178
8-) Midtjylland (Kasper Andersen, Dinamarca), a 55s903
9-) Al Ain (Miguel Molina, Espanha), a 1min03s907
10-) Basel (Max Wissel, Alemanha), a 1min03s907

O dez melhores na segunda corrida:

1-) Milan (Giorgio Pantano, Itália), 31 voltas em 46min57s511
2-) Olympiacos (Davide Rigon, Itália), a 2s273
3-) Basel (Max Wissel, Alemanha), a 11s372
4-) Al Ain (Miguel Molina, Espanha), a 15s455
5-) Anderlecht (Yelder Buurman, Holanda), a 17s987
6-) Liverpool (Adrián Vallés, Espanha), a 18s811
7-) Porto (Tristan Gommendy, França), a19s759
8-) Flamengo (Enrique Bernoldi, Brasil), a 21s740
9-) Corinthians (Antonio Pizzonia, Brasil), a 21s998
10-) Tottenham (Craig Dolby, Inglaterra), a 23s594
Cleber Bernuci

anterior Índice de notícias próxima
Enviar Imprimir  




Fórmula 1
Fórmula 3
Fórmula Truck
GP2 Series
Outras Fórmulas
Stock Car
GT3 Brasil
Rally
Kart
Endurance
Esporte Turísmo
Esporte Protótipo
Brasil
Europa
Estados Unidos
Mercado
Esporte Amador
Outros


© Copyright 2001/2018 KARTING. Todos os direitos reservados