Home   Especiais   Opinião   Pistas  Agenda  Galeria  Wallpapers  Fale Conosco  
 Categorias
 
 
 
Pizzonia contente com temporada bastante intensa em 2008
 
Pizzonia competiu de turismo, mopostos e kart em 2008 (Foto: Divulgação)
Amazonense disputou a Stock Car, Superleague Fórmula, Champ Car, 500 Milhas da Granja Vianna e o Desafio das Estrelas

Turismo, monopostos e kart. Em 2008, o amazonense Antonio Pizzonia competiu de praticamente todas as formas que existem no automobilismo. Ele disputou as temporadas da Stock Car e da Superleague Formula, a última prova da história da Champ Car, as 500 Milhas da Granja Viana e o Desafio das Estrelas. “Foi um ano bastante intenso e muito bom. O que eu mais gosto de fazer na vida é correr de carro. Nessa temporada eu aprendi muito, me diverti bastante e ainda tive tempo para conviver e confraternizar com meus amigos e companheiros de profissão”, conta.

Um dos maiores desafios de Pizzonia este ano foi pilotar para o time do Corinthians na novíssima Superleague Formula, categoria de monopostos que une a paixão mundial do futebol com a fascinação e velocidade do automobilismo. “Eu gostei muito da idéia desde o início, acho que é um campeonato que pode dar muito certo. Infelizmente eu não participei da pré-temporada e entrei já com o campeonato em andamento. Isso atrapalhou um pouco”, afirma o piloto, que não participou da rodada dupla de abertura da competição. O representante do Timão destaca que o conjunto todo evoluiu durante a temporada. “Eu fui pegando ritmo durante as etapas. A cada corrida fomos melhorando. Eu me acostumei com o carro e a equipe o adaptava melhor à minha maneira de pilotar”, revela.

Apesar de terminar a competição na nona colocação e ter alcançado apenas um pódio, na etapa de encerramento da temporada em Jerez (Espanha), o manauara acredita que o desempenho foi bom durante a temporada. “Muitas vezes largamos bem, lideramos corridas e ficamos próximos da vitória. Mas alguns erros nossos e falhas mecânicas impediram que conseguíssemos os resultados”, explica. Mesmo assim ele está esperançoso com o futuro na categoria. “Ainda não sei se vou continuar, mas mostramos que podemos andar na frente. Isso me motiva a voltar em 2009 e brigar pelo título”, afirma.

Titular da K-med Racing na Copa Nextel Stock, Pizzonia teve um ano difícil em sua primeira temporada completa na principal categoria do automobilismo brasileiro. “Eu aprendi bastante, foi uma experiência que sem dúvida vai ser muito válida para o futuro, mas o ano foi muito difícil para todos na equipe”, avalia. Em algumas provas Pizzonia largou e andou entre os primeiros, mas a falta de sorte e alguns problemas em momentos chave comprometeram melhores resultados. “Tivemos momentos bons, que poderiam nos trazer resultados, mas em outras oportunidades tivemos dificuldades. Ficamos abaixo das expectativas, mas jamais desistimos e trabalhamos duro. Infelizmente não fomos tão bem, ainda mais pelo ótima capacidade de nossos mecânicos, engenheiros e chefe de equipe”, completa o esportista, que somou apenas seis pontos no ano.

Além dos dois campeonatos, Pizzonia também participou de uma corrida histórica. Ele alinhou para a última etapa da história da Champ Car, no circuito de rua de Long Beach, na costa oeste dos Estados Unidos. “Foi bem legal e complicado também. Apesar de eu não conhecer o carro e não ter treinado, eu gosto muito da pista e a experiência foi muito boa”, diz. Apesar de ter tido muitos problemas durante o fim de semana, ele registrou a volta mais rápida da corrida. “Alguns problemas dificultaram bastante para que conseguíssemos um bom resultado, mas o nosso carro era rápido. É muito bom fazer parte da história de uma categoria tão reconhecida como a Champ Car”, comemora.

E assim como no ano passado, o amazonense integrou e venceu com a equipe de Rubens Barrichello e Tony Kanaan a tradicional prova 500 Milhas Granja Viana, a corrida de gala do kartismo nacional, e uma das mais famosas do mundo. “Na Granja Viana fomos bem e o time repetiu o título de 2007. É sempre bom estar junto e competir com o Rubinho, que além de um amigo, me ensina muito e é um cara por quem torço e sempre torci bastante”, comenta. A seguir Pizzonia participou também do Desafio das Estrelas, em Florianópolis (SC), a convite do amigo Felipe Massa. “Esta prova é sempre um belo final de temporada, pois além de reunir amigos espalhados pelo mundo nas mais diversas categorias, ainda têm um cunho social muito forte e importante. Este evento tem uma prioridade importante em minha agenda anual”, conclui.

Visite www.blogdopizzonia.zip.net
João Alberto Otazu

anterior Índice de notícias próxima
Enviar Imprimir  




Fórmula 1
Fórmula 3
Fórmula Truck
GP2 Series
Outras Fórmulas
Stock Car
GT3 Brasil
Rally
Kart
Endurance
Esporte Turísmo
Esporte Protótipo
Brasil
Europa
Estados Unidos
Mercado
Esporte Amador
Outros


© Copyright 2001/2018 KARTING. Todos os direitos reservados